Desratização

Desratização

Controle de roedores, insetos rasteiros e voadores é um serviço que faz parte do Manejo Inteligente de Pragas, contudo mantendo sempre os pré-requisitos do GMP (Good Manufacturing Practices), eliminando pragas promovendo sempre a saúde e a inocuidade dos alimentos.


Desratização

 A desratização é realizada para controle e extermínio de roedores (ratazanas de esgoto, ratos de telhado e camundongos).

 Após a visita, nossos técnicos identificarão a espécie que infesta o local e definirá qual a melhor e mais adequada metodologia a ser aplicada, bem como orientarão o cliente quanto as medidas preventivas e corretivas a serem empregadas para obtermos o sucesso no controle da praga alvo.

 Utilizamos raticidas nos formatos de blocos parafinados, iscas politizadas e pó de contato.

Produtos Utilizados

• Blocos parafinados e iscas politizadas: resistente à umidade com elevada atratividade, palatabilidade e ação anticoagulante que causa hemorragia interna matando-os de 7 a 10 dias após a ingestão.

• É um raticida de dose única que causa mortalidade mesmo ingerida em pequena quantidade, são ofertados aos roedores em pontos estratégicos, podem ser amarrados em locais como ralos e caixas de esgoto e serem acondicionados dentro de porta iscas que além de evitar o contato de animais de estimação e crianças ao produto serve para monitorar o consumo dos mesmos após as áreas serem previamente mapeadas.

• Pó de contato: raticida pó que age por contato ou ingestão é aplicado uma camada nos locais onde são encontrados sinais de roedores, como tocas, buracos, esconderijos e trilhas. Após passar pelos locais tratados os roedores se contaminam pelo hábito de lamberem seus pelos.


MONITORAMENTO - Controle de Roedores

O programa de controle de roedores deve ser visto como uma estratégia de múltiplos estágios. Obviamente, a remoção de pontos de abrigo, acessos e atrativos é o primeiro passo. O segundo passo é assegurar que todos os princípios de exclusão estão sendo mantidos. O próximo é o controle perimetral, realizado através da desratização, efetuado através da instalação de estações de iscas, conhecidos comumente como porta iscas, tratando se de dispositivos fechados e seguros, contendo iscas raticidas anticoagulantes e nas áreas de risco através de armadilhas atóxicas de captura, podendo utilizar os modelos adesivos ou mecânicos (Gaiolas).